UMCOLETIVO é uma associação cultural, fundada em 2013,  que desenvolve atividades no âmbito da criação artística, tendo como eixos essenciais o teatro, a performance e a palavra- onde transversalmente se encontra uma ideia de reescrita, de tempo real e de voz.

A estrutura desenvolve uma forte relação com Elvas, local onde está sediada e território de implementação da maioria das atividades.

A relação com o território e com as suas características específicas - a sua condição marginal face aos grandes centros urbanos, a sua condição fronteiriça e a utilização quotidiana de duas línguas distintas: o português e o castelhano - determinam a sua programação e refletem a intenção de experimentar e esbater fronteiras em diferentes áreas artísticas, explorando a criação de objetos interdisciplinares.

 

Uma programação baseada na ideia de construção de vias de reciprocidade artística e afetiva, dentro do território e entre territórios, é estruturante no desenvolvimento de uma estratégia de formação de públicos e na programação regular de três iniciativas:

 

Festival A Salto - Tomada Artística da Cidade de Elvas

 

CAL - Cinema. Ar. Livre.

 

ACTO - A Festa do Teatro em Elvas (com direção artística  UMCOLETIVO) 

TRANSMISSÃO - ciclo de teatro do imaginário

Das criações apresentadas destacam-se:

Tempestade (2019 - convite do CCB - Fábrica das Artes)

CARTAS (2018 - a partir das cartas de Maria Helena Vilhena a Amílcar Cabral),

Três Irmãs (2016 - prémios TIME OUT Lisboa Melhor Espetáculo e Melhor Atriz);

Escuridão Bonita (2014 - coprodução com o MOTIM - Mostra Internacional de Teatro para a Infância de Mindelo/Cabo Verde) 

Inércia (2015 - a partir do texto inédito de Fernando Pessoa).

1/72