Bobine Rebellis aconteceu no Teatro Turim (antigo Cinema Turim) durante o mês de Abril de 2014, foi um ciclo de cinema emergente que se preocupou em mostrar ao público a enorme quantidade de jovens cineastas que escrevem, produzem e filmam dezenas e dezenas de curtas-metragens por ano, sem terem ainda alcançado visibilidade em festivais e sem acesso ao circuito comercial.

 

A cada quinta-feira do mês, foi projetada cerca de uma hora de cinema português praticamente inédito, na presença dos autores e de comentadores que, com o público presente, criaram um espaço de diálogo e opinião longe das estrelas nos jornais, dos prémios e cerimónias, e do tabu de ouvir falar português no grande ecrã. Quís mostrar-se a energia, a iniciativa, a guerrilha, a paixão e a diversidade de obras despreocupadas com paradigmas estéticos e com a aflição da crise.

 

Através da promoção deste evento, o Teatro Turim conjugou a experiência clássica de ir ao cinema com a sua atual linha de programação, definida como espaço de experimentação, risco e liberdade artísticas dos novos criadores, sempre no compromisso da comunicação com o público.